Categories
Uncategorized

Perda de virgindade com amigos …

Perda de virgindade com amigos …
Quero partilhar com todos, como foi a minha iniciação ao Sexo que tanto adoro e como perdi a virgindade.

Tinha eu os meus 11 anos quando comecei a ver às escondidas revistas pornográficas que o meu irmão tinha, algumas ainda do tempo do meu pai a preto e branco. Ainda nem pelos tinha nos tomates e quando atingia o orgasmo nem leitinho saia mas era muito boa a sensação.

Entrentanto comecei a ver essas revistas com um grupo de amigos que tinha no meu bairro, e tocar-mos todos à punheta 5, 6 ou mais vezes por dia, por vezes até a piça ficar inchada.

Lá para os meus 12 anos, juntamente com o meu melhor amigo, tivemos uma ideia. Queríamos replicar connosco o que víamos nas revistas, e experimentávamos um no outro activos e passivos os dois.

Foi a melhor ideia da minha vida e foi assim que perdi a virgindade e iniciei-me sexualmente, eu e o meu melhor amigo pegávamos na revista e se a cena era de chupar a piça nós chupávamos a piça um ao outro e lembro-me como se fosse hoje a do meu amigo era um pouco maior que a minha e era deliciosa, se na revista as gaijas comiam a cona uma à outra ou o gaijo lhes comia a cona, nós lambiamos o cuzinho um do outro nas mesmas posições da revista, quando começam a foder na revista nós imitavamos também as posições e comiamos o cuzinho um do outro, na parte final da esporradela também copiavamos o meu amigo não gostava muito de engolir a esporra, mas eu adorava e mamava e dele toddaaa era delicioso.

De inicio éramos só nós, mas como continuávamos a tocar à punheta com o nosso grupo de amigos decidimos contar-lhes das nossas aventuras sexuais, alguns ficaram reticentes e nós fizemos uma demonstração para eles ver, começamos a foder os dois com eles a assistir e a tocar à punheta, essa foda ainda soube melhor que as outras por termos os nossos amigos a assistir, enquanto fodiamos os nossos amigos começaram a vir-se e sem hesitar rapidamente me deixaram ir lá mamar nas piças deles e beber a esporra toda deles e adoraram, depois desse dia foi a festa total.

Comiamos-nos uns aos outros em grupo ou aos pares e experimentávamos de tudo, chegaram a meter-me duas piças no meu cuzinho e eu também a meter no cuzinho do meu melhor amigo e outro na ponta a chupar-lhe a piça, era a loucura.

Eu moro perto de um monte, e chegamos a montar uma barraca, uma estrutura feita de madeira e coberta com plásticos, para podermos ir para lá foder.

Recorda-me também um momento único em que fodi com um amigo meu em público, estávamos a andar de bicicleta e passamos junto de uma urbanização que estavam a construir os na estrada tinha os buracos ainda sem tampas onde iria ficar o saneamento, essas tampas são mais largas no seu interior, então entramos os dois e começamos logo a chupar a piça um de cada vez, mas queríamos mais e ali dentro não tinha muito espaço, então tivemos uma ideia um ficava com o tronco e cabeça de fora enquanto era fodido pelo que estava na parte de baixo, foi uma sensação maravilhosa pois estava com medo de ser apanhado por alguém e isso fazia aumentar ainda mais o prazer.

Entretanto fomos nos separando à medida que ficamos adultos e todos acabaram por casar e ter filhos, eu inclusive, mas agora que me divorciei a minha vontade de repetir estas aventuras voltou …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *