Categories
Uncategorized

Será que foi a primeira vez ?

Será que foi a primeira vez ?
Eu e minha esposa somos um casal de meia idade, ambos temos 55 anos, ela tem uma bunda que toda vida me excitou e me satisfez sexualmente, mas após um problema de saúde não consigo mais ter uma ereção plena e duradoura para continuar fazendo sexo ( principalmente anal ) com ela. Então adotamos a opção de imaginarmos que tem uma terceira pessoa na cama com a gente, enquanto ela fica de quatro na cama chupando meu pau até gozar eu meto o dedo lambuzado com vaselina no cu dela simulando que tem alguém comendo seu cu, ela adora brincar assim e eu também, é diferente, da muito tezão ! Então combinamos que no domingo íamos tomar cerveja, whisky e escutar música e depois eu iria chupar muito sua buceta. Domingo após meio dia começamos a beber e comer camarão, o som ligado, tava exelente o clima então dei um abraço nela por trás e botei meu dedo em sua buceta gordinha, estava super molhada e receptiva, querendo pica !!! Minha esposa estava com um shorts nuito largo e curto e sem calcinha , o que ela usa pra dormir, a metade da popa de sua bunda deliciosa tava a mostra e quando ela se abaixava dava pra ver os lábios carnudos da sua vulva, esse domingo estava prometendo muito , mas o que ocorreu foi muito acima da expectativa. De repente a campainha tocou, era o Marcelo que veio fazer um orçamento de uma reforma em um cômodo da casa conforme havíamos combinado mas eu esqueci desse fato. Foi rápido e após ele dar o preço do serviço eu o convidei para tomar um copo de cerveja, ele aceitou prontamente e também prolongou a conversa, ele começou a beber e conversar, minha esposa já tinha bebido uns três whisky e vários copos de cerveja antes dele chegar. Ela com aquele shorts curto chamou a atenção do Marcelo que já se mostrava interesado no artigo, então tive uma idéia, vou fingir que estou bêbado e vou dormir, então ele vai embora e nos deixa sozinho, comecei a fingir que estava bebendo e que estava bebado, foi quando eu pedi licença pra ele e falei que ia dormir, ele prontamente falou – então vou embora. Eu pensei – meu plano funcionou! !! Então fui pra minha cama e ele se despediu de mim, escutei minha esposa se despedir dele, a porta da sala abrir e depois um silêncio, eu na minha cama se passando por bêbado mas vendo tudo que se passava naquele momento, quando ouvi minha esposa falar – fica tranquilo que agora meu marido só vai acordar à noite, e outro silêncio se fez. Então percebi que ele não fora embora e ela veio até a porta do quarto para confirmar se eu estava dormindo, eu pensei em levantar prontamente e pagar os dois no flagra, mas pensei e resolvi ver até onde os dois iriam. Agucei meus sentidos e da minha cama quase tenho uma visão total da minha casa, então vi os dois indo para a cozinha e se servirem de mais bebida, ela de frente para ele quando eu vi ele tirar de dentro da bermuda um pau preto enorme, ela prontamente segurou aquilo tudo e começou a deslizar a mão suavemente naquela pica, então ela se abaixou, seu corpo ficou escondido atrás do balcão da cozinha, fora do meu alcance visual, mas deu pra perceber que ela estava de joelhos a sua frente certamente chupando sua pica. Ele fazia um movimento de vai e vem como se estivesse metendo em sua boca, senti raiva mas também muito tesão em ver aquilo, agora eles já com a certeza que ninguém poderia incomodar seus atos passaram a fazer sexo sem limites, foi quando ele a levantou diante de si e a colocou de bruço no balcão, tirou seu shorts, abriu suas penas e meteu fundo na sua buceta, apesar do barulho de seu pênis adentrando com certa violência aquela vagina molhada os dois permanecia em silêncio para não me acordar. Então subitamente ele para o coito e a leva para a sala, percebi pelo barulho que ele senta no sofá e ela no chão a sua frente novamente chupando seu pau, não dava pra eu ver a cena mas certamente era isso que estava ocorrendo pois os ruídos e os sons saidos da boca da minha esposa revelava o ato. Foi quando ele falou algo inaudível pra mim mas com uma afirmação positiva dela, sem saber do que se tratava aquela afirmação dela veio Um pensamento na minha cabeca- ele deve ter pedido pra gozar em sua boca, foi o que eu esperava que ele tivesse pedido e ela aceitado, passou um minuto após ela se dirigiu ao banheiro sem o shorts, só de camiseta, passou em frente meu quarto, entrou no banheiro e saiu rápido , tudo sem fazer um barulho , na ponta dos pés. Voltou para a sala com algo na mão, passou na minha frente sem perceber que eu estava muito acordado e com todos os sentidos na flor da pele, vou confessar que eu estava quase gozando de tezão. Novamente os dois na sala, passou uns três minutos então ouvi ela dizer- PÕE DEVAGAR ! Após isso só mais alguns gemidos dela e depois só o barulho de um corpo batendo no outro, durou uns dez minutos quando ouvi ela dizer – goza dentro por favor ! Então o ritmo dos ruídos aumentaram até que num gemido forte dele e dela veio um silêncio só quebrado pela respiração ofegante dos dois, PENSEI COMIGO : E AGORA OU NUNCA QUE VOU SABER DETALHES DE COMO FOI A FODA DOS DOIS .
Então como se eu estivesse despertando do sono chamei por ela imediatamente após ela meter com o Marcelo, deve ter sido um susto para os dois, pois imediatamente ouvi a porta da sala abrir com o maior cuidado pra não fazer barulho, ele só deve ter vestido o a bermuda e saído sem levantar suspeita. Pensei vai ser agora ou nunca e
ntão a chamei e falei, bem, vem cá, venha chupar meu pau antes que chegue mais alguém e atrapalhe de vez nosso domingo, então ela falou – espera um pouquinho que vou no banheiro, então rápido eu falei – vem agora que eu estou morrendo de tezão, vai no banheiro depois ! Então ela sem questionar veio, colocou se de quatro na cama e começou a chupar como de costume, então minha mão foi de encontro a sua buceta e seu cuzinho também como de costume pra simular uma foda a três, quase gozei imediatamente quando senti seu cu todo arrombado, sujo de vaselina e ainda escorrendo a porra lá de dentro deixada pela nossa visita, acho que coube os meus quatro dedos dentro do cu dela sem esforço, estava divinamente arrebentado. Nunca toquei nesse assunto com ela, ela acha até hoje que naquele domingo eu fiquei bêbado !!!
Só me restou uma dúvida ; FOI A PRIMEIRA VEZ DELA COM O MARCELO ?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *