Categories
Uncategorized

Experiencia na estrada 2

Big Dicks

Experiencia na estrada 2
Bom, como terminei na primeira parte, uma vez no mês João aparecia aqui na região que eu moro e sempre nos encontravam. Em uma dessas passagens João me liga dizendo que estaria perto da cidade, exatamente no mesmo posto do nosso primeiro contato, perguntou se eu poderia ir até lá, era um sábado e eu não tinha nada programado disse que poderia ir , conforme combinado cheguei ao posto perto das 18h que é o horário que eles se recolhem, avistei o caminhão de João e fui em direção, lá estava ele deitado a minha espera. Como estava um pouco movimentado por causa da hora, alguns caminhoneiros chegando ele pediu pra esperar ficar um pouco mais tarde. Eu já estava contando os minutos para ter aquele maravilhoso pau em minha boca. Conversamos um pouco, fomos até o restaurante que fica perto comemos algo e compramos umas cervejas e voltamos para seu caminhão. Bebemos um pouco, e falei a ele que iria tomar um banho, chegando ao banheiro tomei um susto ao ver Jorge, fiquei parado por um tempo um pouco sem graça ele olhou pra mim e falou: Que coincidência, pela segunda vez nos encontramos no mesmo lugar, perguntou se estava tudo bem, já fazia cerca de 2 anos a ultima vez que o vi, sorri encabulado. Ele ensaboando o pau perguntou se eu queria repetir a dose, respondi que talvez, nesse momento João entra no banheiro e pergunta se lembro de Jorge, respondo que sim, como poderia esquecer(rs). Fiquei sem palavras na hora, tomamos banho e saímos eu sem falar uma palavra, nos despedimos fui com João pra seu caminhão e Jorge caminhou em direção ao seu . Entramos na cabine João já entrou colocando a Rola pra fora e pedindo pra eu chupar, já estava cheio de tesão, comecei a chupar aquele delicioso mastro da ponta da cabeça até as bolas, tentando por o que podia na boca, engasguei algumas vezes. Pedi que antes de me comer ele me desse leitinho na minha boca, estava com saudade de engoli sua gozada( deliciosa) continuo a chupar com mais intensidade de repente ouço a porta da cabine abrindo, quando vejo, Jorge com a Rola pra fora punhetando enquanto me olha chupando, João pede que ele se aproxime e me pergunta se ele pode participar, sem pensar duas vezes já seguro seu pau e ponho na boca. Primeira vez que teria duas rolas ao mesmo tempo, fiquei muito excitado tendo dois paus em minhas mãos, tentava colocar as duas rolas na boca o máximo que podia, ficava alternando chupando uma e outra, falei pra os dois que queria leitinho antes deles começarem a me comer, para eles não gozassem rápido quando fossem me comer, continuo chupando e admirando aquelas belas rolas em minha mão, levo até a boca, chupo como se fosse tirar todo o gosto delas, João é o primeiro a anunciar que iria gozar enchendo minha boca de leitinho quente, Jorge ao ver a cena me puxou e pôs seu pau em minha boca gozando muito, fiz o que pude pra não desperdiçar nenhuma gota, engoli até a ultima gota de cada um deixei-os limpinhos. Os dois deitaram e se olharam e Jorge comentou, não falei? fiquei sem entender do que eles estavam falando, Jorge explicou que comentou com João o que havia acontecido no banheiro e armaram tudo pra ver se eu aceitaria dar pra os dois ao mesmo tempo, os dois começaram a rir e perguntaram será que você aguenta os dois em você, fiquei pensando na possibilidade só tinha visto isso em filme. Respondi que poderíamos tentar, não custava nada, só pedi pra serem cuidadosos e carinhoso com meu cuzinho, eu estava cheio de tesão não tinha gozado ainda. Então Jorge pede para que eu o chupe, obedeci seu pau ainda estava mole um pouco melado ainda, chupei até ele ficar totalmente ereto, enquanto chupava punhetava o pau de João que também já estava ficando duro novamente, João pede para que eu sente em seu pau, lubrifiquei bem meu cuzinho e comecei a sentar e rebolar em cima daquela rola deliciosa enquanto cavalgava chupava o pau de Jorge, meu tesão era muito, então pedi que Jorge fosse tentando aos poucos meter seu pau em mim , empinei a bunda a rola de João toda enfiada em mim, Jorge começa a forçar a entrada também aos poucos, lubrificava tentava por, demorou um pouco até ele conseguir enfiar a ponta da cabeça, o pau de Jorge é menor que o de João, Porém, mais grosso o que tava dificultando a entrada, pedi pra João tirar o pau e Jorge me comer de quatro pra ver se abria um pouco mais meu cuzinho, ele começou a bombar forte enfiando todo em mim, fazendo movimento circulares, pedi pra ele deitar e sentei em seu pau e mandei João tentar enfiar seu pau junto, ele foi colocando entrou a cabeça de vez doeu muito, mais o tesão que eu estava sentindo era muito maior ele continuou forçando tirava um pouco lubrificava e colocava meu cu foi se alargando e entrando cada vez mais, uma sensação de prazer indescritível ter duas rolas dentro de você, João começou um vai em vem até que enfiou toda sua rola em mim, não consegui segurar tanto tesão gozei em cima de Jorge, melou toda sua barriga até os seu peitoral , comecei a lamber seu peitoral cheio do meu gozo, fiquei fraco e os dois continuaram metendo em mim, passei a não sentir mais nada, fiquei fraco, pensei que fosse desmaiar de tanto prazer, João me pegou pediu pra virar de frente pra ele, continuei sentado no pau de Jorge e João meteu em mim novamente já alargado, enquanto metia segurava meu pau e punhetava, meu pau já estava ficando ereto novamente, João metia com força e punhetava com muita força meu pau, sinto meu cu apertado como se pau deles estivessem mais grossos e eles continuavam metendo em um vai e vem frenético, Jorge disse que iria gozar, pedi pra que eles enchessem meu cuzinho de porra, João também falou que já estava gozando também foi quando senti seus paus pulsarem dentro de mim e jatos da gozada deles invadirem meu cuzinho os dois pulsando e me enchendo de porra, se a sensação de ter dois paus já é bom, os dois gozando dentro de você ao e mesmo tempo, foi melhor ainda. Pedi pra que eles continuassem ali por mais um instante, comecei a me masturbar com os dois paus dentro de mim gozei mais uma vez, caio para o lado e sinto aquele liquido descendo nas minhas pernas, parecia um rio de esperma, nunca tinha visto ou sentido isso antes os dois se vestiram e me chamaram pra tomar banho, fomos tomar banho, eu todo mole, porem saciado com aqueles dois caminhoneiros tarados , terminamos voltamos pra cabine, Jorge pediu pra dormir conosco, dormi no meio dos dois segurando o pau de ambos, acordo por volta das 4am com Jorge me tocando, finjo que estou dormindo, sinto seu pau roçando em minha bunda, fiquei imóvel ( tenho tesão em ser abusado enquanto dormo) ele começou a enfiar seu pau devagar em mim sem fazer barulho, metendo devagar eu já excitado segurando o pau de João, como estava escuro as cortinas fechadas não dava pra ver o que acontecia, mexi um pouco para chegar com minha boca até o pau de João, enquanto Jorge me comia eu chupava João muito silencioso, fiquei ali sem se mexer apenas a boca rs por um bom tempo para que eles não percebessem, não demorou muito sinto pequenos jatos em minha boca e João suspirando, engoli tudo e me concentrei em jorge que continuava a meter em mim, não me contive e comecei a me masturbar, ele percebeu que eu estava acordado começou a meter com mais força, dando estocadas fundas em mim, que delicia de pau que Jorge tem, eu já estava quase gozando quando Jorge tirou seu pau e levou até minha boca gozando fiquei com seu pau na boca continuei me masturbando até gozar, quase que não tinha mais nada pra sair. 5:30 da manhã acordo, nenhum dos dois estavam, sai da cabine, fui ao banheiro tomei banho encontrei-os no restaurante tomando café, me juntei a eles. Eles falaram que a noite e mad**gada foram incríveis e queriam repetir mais vezes, respondi que poderíamos sim era só marcar quando estivessem pela região. Nos despedimos, fui pra casa lembrando da bela noite que tive. Quando vou chegando perto de casa recebo uma mensagem de desconhecida dizendo que é caminhoneiro e que gostaria de me conhecer, e que sabia o que tinha acontecido durante a noite com João e Jorge…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *