Categories
Uncategorized

De Paulo a Paula

De Paulo a Paula
Chamo-me Fernanda e esta é a história como tranformei o meu filho em minha filha.
Um dia tinha Fernando 14 anos e eu fui ajudar no banho, quando vejo que ele tinha a piça dura, eu continuei a dar-lhe banho e esfrega-lo, ele muito envergonhado acaba por ejacular para cima de mim, muito envergonhado digo-lhe que é normal são as hormonas. Ele foge para o quarto e se esconde.
Eu tento desvalorizar e vou até ao meu quarto, fico vendo tv. Ele bate à porta, está nu, e envergonhadamente cobre os seu genitais
Aproxima-se de mim e pede desculpa, eu abraço-o. Ele cai nos meus braços chorando. Eu puxo-o para o meu colo e para o acalmar dou-lhe a minha mama, que ele chupa sofregamente.
Eu vou fazendo festa na cabeça enquanto ele mama, vou passando a mão no seu corpo, chego à sua pila e começo a fazer festinhas, bem como aos seus tomates. Ele abre as pernas e eu começo a acariciar as suas nádegas e o seu rabinho. Os dedos vão deslizando e ele agarrado a chupar a minha mama, vai-me deixando louca de desejo.
Eu acaricio o seu ramo e acabo metendo um dedo dentro dele. Ele de pila mole continua excitado e muda de mama. Eu sinto o meu pulso molhado, e quando o vejo a ejacular em cima da minha mão, mas ele não está duro, está bem mole.
Ele vai mamando acabando por adormecer ao meu colo e eu adormeci com ele.
No dia seguinte acordo com ele a meu lado, e vou fazer o pequeno almoço e quando volto para o quanto ele continua dormindo.
Faço umas festas na cabeça e no seu corpo para ele acordar e vou passando a minha mão na sua pila novamente, ele vai ficando duro até ao momento que eu lhe acaricio as suas belas nádegas e aproximo meu dedo de seu cu, ai ele volta a ficar mole a depois de o acariciar um pouco mais ele acaba ejaculando. Digo-lhe para ele se levantar depois do pequeno almoço e para ir ter comigo à casa de banho.
Ele acaba de almoçar na cama e aparece-me na casa de banho, todo nu com as mãos na frente.
Eu digo-lhe para ele tomar um banho e se ensaboar bem. Eu entro na banheira e com a minha gilette começo a barbear os poucos pelos que ele tem nas virilhas.
Eu nua no banho com ele acabo por esfregar as suas virilha e ele fica com a pila dura, encostado a mim beijando-me eu acabo acariciando-o até ele ejacular.
Saio do banho e digo para ele acabar o banho e secar-se. Eu ao secar-me acabo tendo um orgasmo ali, mas ele nem se apercebe pois estacando de se lavar. Venho para o quarto a preparo a minha roupa e a roupa dele.
Como normalmente eu visto um vestido leve e por baixo um soutien sem armação e umas cuecas fio dental ou tanga. Para ele que tem a minha altura eu preparei uma cuecas asa delta (que acomodam melhor a sua pila) e un soutien que me fica pequeno, depois un vestido que eu não uso e que me fica apertado.
Quando ele chega ao quarto e lhe indico o que ele vai vestir ele sorri, para meu espanto ele não contexta nada, e com grande desenvoltura vai se vestido sob o meu olhar espantado. As cuecas assentam-lhe na perfeição, ele esconde a sua pila e os seus tomates nem se nota.
O soutien tem de ser a ajustado, mas com a minha ajuda parece ter sido mesmo comprado para o corpo dele. O vestido depois, sem grande dificuldade serve na perfeição, um ajuste nas alças e um laço no cinto.
Agora faltam uns sapatos, pensei eu!
Fui buscar umas sabrinas castanhas que tinha mostro-o ao espelho, o meu filho Paulo agora é Paula.
Pergunto se gosta e ele acena sem dizer uma palavra eu fico emocionada e abraço-a.
Convido-a para ir comigo às compras, temos de fazer um enxoval, Paula segue-me feliz como já não via há muito.
Sapatos, vestidos saias, e cuecas que acomodem os tomates e a pila. Comemos um almoçamos numa esplanada e voltamos para casa.
Vamos para ao quarto experimentar a roupa ajusto a lingerie, ajudo-o a guardar a pila e os tomates, descubro que é possível puxar a pila e meter-la no cu. sempre que faço isto fico muito excitada e húmida ele também pois sempre que lhe meto o meu dedo no cu acaba a ejacular. Eu estou em brasa depois de tantas vezes ter ensaiado aquilo.
Depois de experimentar as roupas todas dispo-me e deito-me na cama, convido-o para fazer o mesmo mas ele acaba por se deitar com as cuecas e o soutien novos.
Ele volta a procurar a minha mama e eu deixo-o mamar, ele pousa a sua mão sobre a minha barriga e eu coloco-a sobre s minha cona e começo a esfregar.
Levanto-me da cama e vou ao guarda roupa buscar um vibrador que tenho para uma emergência, volto a deitar-me na cama. E ele novamente a meu lado, tenta mamar na minha mama, mas eu digo-lhe para me lamber a cona. Ele assim faz ficando de quatro com o rabo virado para mim.
Eu afasto as cuecas e começo a lambê-lo.
Lambo-lhe o cu, e depois de bem lambido meto-lhe o vibrador!
Ele geme de prazer eu também estou louca coloco-me a trás dele de joelho e com o vibrador encostado à minha cona fodo-lhe o cu.
Ele vêm-se em poucos minutos com gemidos de prazer tão altos como os meus. Caio para trás e peço-lhe que me lamba. Ele com a boca mergulhada na minha cona chupa todos os meus sumos, Chupa o grelo e os pequenos lábios. Bebe o meu sumo da fonte da vida. Depois desliza sobre mim e deita-se abraçado sobre o meu peito, beijando a minha boca!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *